Existem muitas investigações que ligam um intestino saudável a uma depressão. O intestino, por vezes chamado de “segundo cérebro”, contém cem milhões de neurônios, mais do que em qualquer medula espinhal ou um sistema nervoso periférico. Uma combinação de nervos, hormônios, bactérias, sangue e os órgãos do sistema digestivo lidam com uma complexa tarefa de quebrar a nossa comida, absorvendo nutrientes e expelindo os resíduos, ao mesmo tempo mantendo o nosso sistema imunológico forte. Desde a digestão que absorve uma quantidade de energia do corpo. No momento em que ela começa a fazer a digestao, nos podemos sentir os movimentos em nossas emoções.

Michael Gershon, presidente do Departamento de Anatomia e Biologia Celular na New York-Presbyterian Hospital / Columbia University Medical Center é um especialista em neurogastroenterologia e diz que “Todos os dias o bem-estar emocional da nossa saúde esta enteragindo como o funcionamento do nosso cérebro, entregando as mensagens do cérebro da parte de baixo com o cérebro parte de cima. ”

A razão do intestino e o nosso bom humor são tão intimamente entrelaçados, que as bactérias do intestino fazem produzir centenas de hormônios que ajudam a regular o corpo. Embora muitas pessoas pensam que a serotonina ( hormônio que produz os sentimentos felizes são vindas do cérebro ) é 95 por cento fabricada no intestino. Mas se o seu intestino não é equilibrado, ele não pode produzir esse hormônio da forma mais eficiente. Assim, o tipo de microflora que você produz em grande parte, será determinado pelo tipo de humor que você tem.

Mas isso é ótimo porque você pode alterar a composição do seu microbioma adicionando alimentos cultivados. Um dos estudos com humanos feito por placebo, mostrou que a adição de probióticos podem, na verdade, diminuir a ansiedade, diminuir as percepções de stress, e melhorar a perspectiva mental em geral.

Estudos experimentais mostraram também que a suplementação com bactérias probióticas podem aumentar os níveis de triptofano periféricos. O triptofano é um precursor da serotonina e da dopamina (um hormonio da felicidade), de modo que o reforço dos meios de triptofano aumentão a serotonina e dopamina, ao qual ajudará você a diminuir a sua ansiedade o seu stress, e a melhorar a sua perspectiva mental.

Mais e mais estudos estão surgindo, mostrando que as nossas dietas mudaram, e hoje incluim mais conservantes químicos, sendo que isto tem aumentado o número de casos de depressão. Nós não comemos os alimentos propícios que nos ajudam a manter o nosso intestino em equilíbrio e isso não é nenhuma surpresa, pois os nossos corpos se manifestam negativamente. Eu tive uma depressão, mesmo sem perceber o que estava acontecendo. Lentamente, ao longo do tempo eu perdi minha alegria para a vida, e como eu passei a minha rotina do dia-a-dia, e comecei a pensar que isto era normal.

Mas eu estava errado! Devemos ser felizes; é como os nossos corpos são projetados, nós temos todas as máquinas dentro de nós dar uma sensação de bem-estar, otimismo e felicidade, mas se ela não funciona corretamente, não nos alimentarmos bem.

Experimente a TRILOGIA Alimentar Para o seu bem estar !

  • Coma o Kefir: Você pode beber direto, adoçá-lo com um pouco de frutas, mel, ou stevia para uma versão sem açúcar.
  • Kombucha: Tente cerca de ¼ xícara no primeiro dia e ver como se sente. Se você está se sentindo ótimo, você pode ter um pouco mais. Se não, de ao seu corpo um tempo para se ajuste. Espere um dia ou dois e tente novamente.
  • vegetais cultivados: Vá devagar e coma apenas uma colher por dia nos primeiros dias. Preste atenção de como você se sente.

Fonte: healyourlife.com/3-probiotics-that-can-ease-depression

Você pode adquirir os probióticos desejados na nossa loja online e turbinar a sua saúde. Conheça mais no nosso site: http://www.mundodasvitaminas.com/

(Visited 697 times, 1 visits today)
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail